Oculus Rift custa menos de $200 em peças – levanta questões quanto ao preço final de $600

From Aberto até de Madrugada August 6, 2016 at 07:28AM

Click here to visit original post!

Uma empresa já desmontou o Oculus Rift e fez a estimativa do custo de produção, e os seus resultados voltam a reacender a polémica do seu (elevado) preço final.

A IHS fez o teardown dos Oculus Rift e estima que o mesmo custe menos de 200 dólares em componentes, a que se somariam mais alguns dólares para a montagem. Até aí nada de anormal, já estamos habituados a ver empresas a ter margens de lucro de 200 e 300%, e que se tornam necessárias tendo em conta os custos de desenvolvimento, marketing, etc. Mas no caso dos Rift a coisa é um pouco diferente pois ainda persiste na memória o fiasco da revelação do seu preço final.

O próprio CEO da Oculus tinha dado a entender que o preço dos Rift se iria situar entre os 300 e os 400 dólares, e fazendo questão de referir que esta primeira geração seria vendida ao preço mais reduzido possível, pois o intuito não era ganhar dinheiro mas simplesmente fazer chegar o equipamento ao maior número possível de pessoas. A aquisição pelo Facebook apenas vinha reforçar esta ideia… e daí a desagradável surpresa quando afinal se descobriu que o preço seria de 600 dólares!

Com esta estimativa dos custos, a Oculus fica numa posição delicada para explicar como é que está a vender por $600 um produto que lhes custa $200 a produzir – precisamente por ter prometido que iria comercializá-lo ao "preço mais reduzido possível". Se o mais reduzido que podem fazer é uma margem de lucro de 200%… então é melhor não ter grandes esperanças quando começarem a vendê-los com o intuito de fazer dinheiro

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *